Posts

Estudo conclui que hipnose reduz consequências da diabetes tipo um

Um estudo de uma investigadora da Universidade de Aveiro, divulgado esta segunda-feira, conclui que a hipnose pode minorar as consequências da diabetes do tipo um.

O trabalho da psicóloga Fabiana Rodrigues sugere que os pacientes, quando sujeitos à psicoterapia com recurso à hipnose, não só obtêm uma redução dos níveis de glicose no sangue como, por consequência, uma diminuição significativa da dose diária de insulina que administram.

“Os resultados da investigação são promissores e vão no sentido de uma redução estatisticamente significativa dos níveis de glicemia [concentração de glicose no sangue] em jovens diabéticos tipo 1 que, em alguns casos, obrigou à redução da dose diária de insulina administrada”, descreve Fabiana Rodrigues, cujo trabalho foi desenvolvido para a tese de Mestrado em Psicologia da Saúde e Reabilitação Neuropsicológica da Universidade de Aveiro.

De acordo com a investigadora, apesar de a hipnose não curar a doença diabetes tipo 1, que afeta milhões de pessoas, “ajuda na gestão da mesma, minorando as consequências e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos doentes”.

Orientada pelos psicólogos Carlos Fernandes da Silva (professor no Departamento de Educação e Psicologia [DEP] da UA), Celso Oliveira (psicólogo clínico) e Agostinho D’Almeida (do Instituto Universitário da Maia), a psicóloga e atual estudante de doutoramento em Psicologia da UA testou a hipnose em jovens com diabetes do tipo um da Associação de Diabéticos do Concelho de Ovar.

A investigação decorreu em três sessões individuais de uma hora cada. Depois de ter procurado as “razões mentais que se associaram ao aparecimento da diabetes”, durante as sessões de hipnose “foram dadas sugestões, com recurso a imaginação guiada, no sentido da diminuição dos níveis de glicemia e hemoglobina glicosilada, sugestões pós-hipnóticas de mudança de estilos de vida e a habilidade para fazer auto-hipnose”, explica Fabiana Rodrigues.

No final das sessões “verificou-se uma diminuição estatisticamente significativa das glicemias” que levou mesmo à diminuição das doses diárias de insulina.

Fabiana Rodrigues garante que através desta técnica “os diabéticos podem mesmo recorrer às suas habilidades internas e fazendo auto-hipnose, a qualquer hora do dia e sem o terapeuta, podem controlar melhor os seus níveis de açúcar no sangue, concomitantemente ao uso da insulina”.

6 motivos que farão você banir de uma vez o açúcar do seu dia a dia

acucar perigo saude

Todo mundo sabe que ingerir açúcar em excesso engorda e oferece calorias vazias ao organismo. Mas você sabia que os malefícios deste alimento vão muito além do ganho de peso? Veja 6 fatos assustadores sobre o açúcar que vão te fazer bani-lo da dieta de uma vez por todas:

acucar perigo saude

Frutose

O açúcar refinado é composto metade por glicose e metade por frutose. Enquanto a primeira é essencial para o organismo, a segunda é absolutamente irrelevante e prejudicial. O único órgão capaz de metabolizar a frutose é o fígado, que transforma a maior parte dela em gordura. O acúmulo de gordura no fígado leva a complicações sérias, podendo evoluir para câncer e cirrose. (Crédito: Thinkstock)

acucar perigo saude 2

Vicia

Quando comemos açúcar, o hormônio dopamina é liberado no cérebro, causando a sensação de prazer. Drogas como cocaína funcionam basicamente através do mesmo mecanismo. Isso leva à ingestão abusiva e compulsiva do alimento. (Crédito: Thinkstock)

acucar perigo saude 3

Bloqueia o aviso de saciedade ao cérebro

Leptina é um hormônio secretado pelas células de gordura. Quanto mais gorda é uma pessoa, maior seu nível de leptina. Em teoria, o hormônio tem a função de avisar ao cérebro que estamos satisfeitos e que precisamos parar de comer, além de aumentar o gasto de energia. No entanto, em indivíduos obesos, apesar de estar presente em grande quantidade, a leptina não funciona propriamente… (Crédito: Thinkstock)

acucar perigo saude 4

… Esta condição é conhecida como resistência à leptina e é uma das principais razões pelas quais uma pessoa come mais calorias do que queima e se torna obesa. A frutose é uma causa conhecida da resistência à leptina, por dois motivos: a insulina bloqueia o sinal de saciedade ao cérebro e a frutose aumenta o triglicérides no sangue, que também bloqueia a ação da leptina. (Crédito: Thinkstock)

acucar perigo saude 5

Diabetes

O papel da insulina no nosso corpo é estimular que as células queimem glicose ao invés de gordura, controlando o nível de açúcar no sangue, que, em excesso, é altamente tóxico. Quando consumimos muito açúcar, as células se tornam resistentes ao efeito da insulina, elevando o nível de glicose no sangue e levando a complicações seríssimas, como síndrome metabólica, obesidade, doenças do coração e, especialmente, diabetes tipo 2. (Crédito: Thinkstock)

acucar perigo saude 6

Risco de câncer

O câncer é caracterizado pela multiplicação desregulada e acelerada das células. A insulina é um dos hormônios importantes que regulam esta multiplicação e que é prejudicado com o alto consumo de açúcar (conforme descrito no item anterior). Além disso, a ingestão de calorias em excesso associada ao sedentarismo é uma das principais causas ambientais conhecidas do câncer. (Crédito: Thinkstock)

acucar perigo saude 7

Infarto e doenças do coração

Apesar de a gordura saturada levar fama de vilã, estudos sugerem que o açúcar pode ser o grande causador de doenças cardiovasculares, uma vez que aumenta os níveis de triglicérides, colesterol ruim e glicose no sangue, além de contribuir para a obesidade. Estes efeitos podem ser percebidos em apenas 10 semanas. (Crédito: Thinkstock)


 

Com o método de EMAGRECIMENTO HIPNÓTICO você deixa de comer esse veneno de modo totalmente natural.

Próxima turma: Rio de Janeiro!

emagrecimento-rj